12 de abril de 2013

Lições que aprendo com a vida de Adão.


Companheiros de luta,

No post de hoje trarei uma pequena reflexão acerca de algumas lições que podemos tirar da vida de Adão, sim Adão, o primeiro homem da terra, veremos que há muita coisa a se aprender com a vida deste importante personagem bíblico, para concluir que tais reflexões podem/devem ser aplicadas nos dias de hoje objetivando nosso crescimento espiritual.
A história de Adão é bem conhecida da maioria de nós, mas gostaria, neste primeiro momento, de me ater a parte em que ele desobedece a Deus, e seus desdobramentos, para tanto trarei o texto que fala sobre a queda do homem, que está em Gênesis 3.1-12:

1 - Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?
2 - E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,
3 - Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.
4 - Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.
5 - Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
6 - E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
7 - Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.
8 - E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim.
9 - E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?
10 - E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.
11 - E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses?
12 - Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi.
13 - E disse o SENHOR Deus à mulher: Por que fizeste isto? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.
14 - Então o SENHOR Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.
15 - E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.
16 - E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.
17 - E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.
18 - Espinhos, e cardos também, te produzirá; e comerás a erva do campo.
19 - No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás. (Almeida Corrigida e Revisada Fiel. Negritei e sublinhei).
Da narrativa do texto podemos verificar que Adão [e sua mulher] desobedeceu a Deus, comendo do fruto que lhe fora expressamente proibido, e tal atitude deliberada [desobediência], trouxe consequências sérias.
Nas palavras de Severino Pedro, a atitude deliberada do homem, e de sua mulher, neste episódio [queda do homem], nos mostra que o mesmo percorreu uma escada descendente, onde caminhou regressivamente em relação à santidade e progressivamente em relação ao erro.
Mas, voltemos um pouco antes da queda do homem para vermos como este homem vivia e se relacionava. Como bem destacam Michael Kendrick e Daryl Lucas a situação de Adão era totalmente inusitada, pois fora criado ”sem infância, sem pais, sem escola, sem culpa, em íntima relação com Deus, num mundo perfeito; só uma regra para seguir”. (1999, 1ª personagem). Perfeito, não é mesmo?
Adão errou [desobedeceu a Deus] e teve de conviver com as consequências de seus erros, isso foi inevitável, por essa razão é que podemos extrair várias lições de sua vida para aplicarmos a nossa.
Nos dias de hoje, viver é bem mais complicado, existem mais coisas a serem enfrentadas no dia a dia. Quem não vive no mundo da lua sabe bem o que é viver em um mundo como o nosso.
Em que pese as diferenças, pois são momentos históricos distintos [bem distintos mesmo], podemos encontrar algumas semelhanças entre nossas limitações e as limitações de Adão. Se olharmos a narrativa completa da história de Adão, poderemos visualizar algumas limitações, entre as quais destacaria as seguintes:
Em Gênesis 3.8,12, podemos ver que Adão tem dificuldade de lidar e admitir seus erros [‘A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi’], ele evita confrontar seus problemas [‘e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus’].
Se olharmos para nós, poderemos ver claramente, uns mais outros menos intensamente, que somos assim, via de regra, temos dificuldade em lidar e admitir nossos erros e quando não há escapatória queremos transferir nossa culpa para outra pessoa, em uma tentativa inconsciente [ou até mesmo consciente] de justificar que só erramos, pois fomos levados ao erro, como se isso fosse, de alguma forma, atenuar nossa culpa.
Podemos verificar, também, que, como consequência da queda, Adão teve problemas entre seus filhos, o que certamente frustrou muitos de seus sonhos. Perceba que o texto bíblico [Gênesis 4] nos relata que Adão teve problemas entre dois de seus filhos, Caim e Abel, onde Caim acabou matando seu irmão, Abel, este foi o primeiro caso de homicídio conhecido no mundo, registrado na Bíblia.
Certamente que o texto não traz explicitamente que este episódio frustrou os sonhos de Adão, mas como pode um pai ficar diante de tal fato envolvendo dois de seus filhos? Não esqueçamos que a medida que o tempo vai passando Adão vai se dando conta de sua situação, se olharmos bem, veremos que ele era um morto em vida, ele sabia que fora o culpado pelas coisas que estavam acontecendo e que ainda iam acontecer, se imagine na situação dele, vendo o pecado se multiplicando na terra e sabendo que ele fora o culpado, seus sonhos, certamente, iam se acabando.
Hoje, muitos pais acabam tendo seus sonhos frustrados por atitudes impensadas de seus filhos. Muitos pais se sentem culpados, e em alguns casos são mesmo culpados, pois apesar de terem dedicado sua vida ao trabalho para poder proporcionar uma boa qualidade de vida para sua família, acabam vendo tudo sendo jogado na lata do lixo, em fração de segundos, por um ato impensado/inconsequente do filho, sendo que as consequências desse ato poderão ser lembradas para o resto da vida.
Não sei seu grau de envolvimento social, mas já tive conhecimento de casos em que famílias enfrentando apenas uma limitação experimentaram uma série de consequências que foram catastróficas, muitas até, conhecendo a Cristo, abandonaram a fé.
Logicamente outras limitações poderiam ser apontadas aqui, mas ficaremos nestes dois exemplos que já são suficientes para dar a dimensão que queremos.
Acredito que o amigo leitor já possa ter em mente o cenário da vida de Adão depois da queda, onde ele passa a experimentar situações [consequências] totalmente inesperadas, totalmente diferente daquelas que estava acostumado a experimentar no início de sua vida [antes da queda].
Deus tratou seriamente com todos os envolvidos, todos ouviram do próprio Deus suas sentenças, mas uma coisa que nos chama atenção é que mesmo tendo proferido a sentença condenatória contra os envolvidos, Deus dá esperança ao homem, pois dá, implicitamente, a promessa de que Satanás será derrotado, já anunciando a vinda de um Salvador, isso pode ser visto em Gênesis 3.15:

15 - E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. (Almeida Corrigida e Revisada Fiel. Negritei e sublinhei).

Comungo da opinião trazida pela Bíblia de Estudo Pentecostal, que ao comentar este versículo o coloca como sendo a primeira promessa implícita do Plano de Deus apontando para a redenção do mundo, onde é predita ‘a vitória final da raça humana e de Deus contra Satanás e o mal’. Ou seja, é delineado o nascimento de Jesus, sua morte e ressurreição, a vitória sobre Satanás, o pecado e a morte, tudo isso com o único objetivo de salvar a humanidade.
Diante desta situação percebemos que mesmo tendo sido desobediente para com Deus, o homem tem a oportunidade de se arrepender de seus pecados, mesmo tendo de conviver com as consequências dessa desobediência ele pode ter a certeza de que Deus não irá abandoná-lo, pois já possuía o plano de salvação para a humanidade.
Nunca esqueçamos as palavras do Apóstolo Paulo que estão registradas em Romanos 3.23, onde lemos:

Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; (Almeida Corrigida e Revisada Fiel. Negritei e sublinhei).

A nossa condição de pecador tem de estar clara em nossa mente, para que possamos nos arrepender de nossos pegados, nos aproximando, cada vez mais, de Deus, pois apesar de nossos erros Ele tem uma promessa para aqueles que o seguem e o obedecem, que é a vida eterna, essa era a esperança de Adão e essa deve ser a nossa.
Como está escrito em 2 Coríntios 4:13, parte b:

(...): Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos. (Almeida Revista e Atualizada, negritei).

Fiquem na Paz do Eterno.

Bibliografia Consultada:

KENDRICK, Michael; LUCAS, Daryl. 365 Mensagens Inspiradas em personagens da Bíblia. Rio de Janeiro: CPAD, 1999.
SILVA, Severino Pedro da. A Doutrina do Pecado. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.
STAMPS. Donaldo C., Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1995.

6 comentários:

Reinaldo Carlos da Silva disse...

Parabéns pela postagem realmente podemos aprender muito com a vida de Adão, o que devemos e o que NÃO devemos fazer; aprendi lendo essa postagem, vi detalhes importantes, Parabéns!

Fábio José Lima disse...

Olá Reinaldo,

Em primeiro lugar fico feliz pela sua visita e comentário, estamos por aqui com o objetivo de dialogar sobre a Palavra de Deus, é sempre bom saber o que meus leitores pensam sobre minhas colocações, agradeço o seu cometário.

É curioso quando olhamos a questão de personagens da Bíblia, pois temos muito a aprender com diversos deles, fazia certo tempo que era pra ter começado a escrever sobre essas lições que podemos tirar da vida de alguns personagens bíblicos, este foi o primeiro, outros virão, não será algo sequencial, pois outros assuntos estão na fila, mas convido o amigo a acompanhar.

Fica na Paz do Eterno!

Lúcia Soares disse...

Oi amigo
bom teu blog e ótima mensagem.
abraços

Fábio José Lima disse...

Olá Lúcia Soares,

Obrigado pelas palavras, fique a vontade pra explorar o Blog.

Não sei se você já leu as páginas Objetivo do Blog e Conteúdo do Blog, na lateral direita, parte superior, fica a sugestão.

Um abraço.

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Amiguinho sumido...

PECAR...PECAR..É só isso que fazemos.
A COBRA é arisca...rodeia todos os dias...é traiçoeira...e nós...Cheios de sonhos, muitas vezes orgulhosos, presunçosos, nos deixamos levar por "SUAS" belas palavras...seu encanto inicial...suas promessas de prazer, glamour, e riqueza.A consequência do SIM...é a NUDEZ.
Um abraço fofo...
Saudades de tu.
Fica com DEUS...sempre!

Fábio José Lima disse...

Minha amiga Clélia,

É um prazer tê-la aqui, você sabe.

Tenho acompanhado as publicações dos amigos, e até dos "ex-amigos" (alguns me consideram assim, eu os considero amigos), mas não tenho comentado.

Tenho sido negligente nas postagens, acredito que de uma certa forma conseguiram me desmotivar, foi algo que eu não esperava, mas tenho orado por todos da blogosfera cristã e do face.

Tenho visto alguns de nossos amigos também sendo "malhados" em alguns ambientes, mas estão sabendo se defender...

Sigamos salgado, como diz nosso amigo, sempre equilibrado, Fábio do Casal 20.

Um forte abraço minha linda, Deus seja conosco sempre.

Fica na Paz do Eterno!